A Educação financeira pode te ajudar a planejar, investir ou poupar dinheiro. Mas, considerando-se a cultura de consumismo em que vivemos, essas não são tarefas simples para a maioria dos brasileiros, por motivos diversos. 

É fato que muitos problemas em relação às finanças pessoais seriam solucionados com um pouco de educação financeira. Essa constatação, inclusive, tem sido tema de discussões ao longo dos últimos anos. 

Como viver com o salário que se ganha? Quanto devo gastar por mês para ter uma reserva em casos de emergências? Essas são algumas das questões que a educação financeira pode te ajudar a responder. Contar com uma instituição financeira, como o LeBank banco digital para pessoas físicas e jurídicas, também é um passo em direção à melhoria da sua saúde financeira. 

O que é educação financeira?

A educação financeira tem o objetivo de fazer as pessoas viverem melhor ao aprenderem a utilizar os recursos financeiros que lhe estão disponíveis. 

Essa qualidade de vida também inclui a segurança diante das adversidades. Afinal, nunca se sabe quando um acidente ou uma doença podem chegar e, infelizmente, para solucionar quase todos os problemas desse tipo, é preciso dinheiro. 

Você provavelmente já ouviu alguém falar sobre esse tema, seja na internet, na televisão ou numa roda de amigos. Certamente, as finanças pessoais têm sido assunto de debate nos últimos tempos, principalmente, com o crescimento do empreendedorismo. 

Uma das pautas que permeiam essa discussão diz respeito à negligência das escolas em relação a um assunto tão importante. Nas instituições educacionais, por exemplo, os alunos aprendem a calcular juros simples e compostos, no entanto, não aprendem a aplicar esses conhecimentos em seu cotidiano, o que seria muito útil na vida adulta.

Na tentativa de reverter esse cenário, foram criadas algumas políticas públicas, como o programa Educação Financeira nas Escolas, implementado em 2021. Isso porque se acredita que é, também, papel das instituições de ensino discutir educação financeira e preparar os alunos para o futuro. 

É fato que os adultos que têm suas próprias empresas ou são colaboradores em companhias de terceiros precisam lidar com o dinheiro, bem como entender as soluções que ele proporciona. Por outro lado, a maioria das pessoas começa a vida adulta sem ter muita noção de educação financeira ou de como administrar o dinheiro. 

Por isso, é comum ver as pessoas entrarem no endividamento, devido a parcelamentos com juros abusivos, ou abrirem contas em instituições que cobram taxas altíssimas por serviços que a LeBank banco digital para pessoas físicas ou jurídicas não tem. 

É importante lembrar que, mesmo que a discussão em torno da implantação da educação financeira nas escolas seja válida, não há como as pessoas adultas voltarem às escolas para aprenderem sobre o tema. Mas a boa notícia é que não há idade para aprender a cuidar melhor de suas finanças pessoais e, hoje em dia, existe muito conteúdo disponível sobre o assunto. 

Qual a importância da educação financeira?

A educação financeira faz mais do que dizer que é importante poupar, cortar gastos supérfluos ou investir. Ela mostra porque essas atitudes são importantes e fazem a diferença na sua vida. 

Além disso, precisamos ter uma boa reputação financeira para conseguir diversos objetivos, e ter o nome registrado nos serviços de proteção ao crédito não é uma boa maneira de cuidar das finanças pessoais

Pesquisas revelam que, em 2020, mais de 60 milhões de brasileiros estavam com “nome sujo na praça”, o que acaba sendo reflexo da falta de organização e planejamento financeiro. 

Ao inserir a educação financeira na sua rotina, você aprenderá a gerir seu salário, economias e investimentos de forma saudável. Mas, para chegar à etapa dos investimentos, é preciso percorrer um caminho um tanto quanto longo.

Listar o quanto ganha e o quanto gasta, separar o que vai para despesas fixas, lazer e gastos que podem ser cortados é uma boa forma de começar. Juntar dinheiro para comprar à vista e pedir desconto, trocar uma marca por outra semelhante e mais acessível também estão entre as dicas que os especialistas dão para manter uma boa gestão das finanças pessoais

Além disso, abrir conta em bancos, como o LeBank banco digital para pessoas físicas e jurídicas, também te trará muitas vantagens. Nada de valor mínimo em conta para ingressar, nada de taxas e tarifas absurdas, filas e burocracias. O intuito de instituições como o LeBank é tornar a sua vida e as suas finanças mais organizadas. 

Dicas de educação financeira

O primeiro ponto a se pensar quando se trata de organizar finanças pessoais é que isso não acontece da noite para o dia, mas o importante é dar o primeiro passo.

– Quite suas dívidas: para limpar o seu nome, é preciso acabar com suas dívidas atrasadas. Junte dinheiro e tente conseguir um bom desconto à vista, ou procure a empresa com as quais você mantém dívidas e veja as opções oferecidas para o pagamento. 

É melhor parcelar do que continuar devendo, além disso, faça parcelas que caibam no seu orçamento.

– Saiba em que seu dinheiro é mais gasto: a melhor forma de se organizar é anotar tudo, coloque na ponta do lápis ou faça uma planilha. 

Após ver o seu extrato bancário e saber onde gasta mais, saberá o que pode ser cortado. Por exemplo: muitas pessoas têm planos de internet móvel, mas têm wi-fi em casa, no trabalho, na casa de amigos. Não seria melhor cancelar? 

– Trace metas: é preciso saber onde está e aonde deseja chegar, a partir disso, monte seu planejamento pessoal. 

Para conseguir fazer uma viagem internacional, você vai precisar abrir mão da balada aos fins de semana? Pondere o que é mais importante para sua vida. 

– Aprenda a investir: pesquisas apontam que menos de 2% dos brasileiros investem na Bolsa. 

Muito disso se deve ao fato de a maior parte das pessoas serem conservadoras quanto aos riscos, mas, também, por não entenderem sobre o tema. 

A melhor forma de acabar com esse problema é estudar o assunto. Você não precisa necessariamente investir na Bolsa, mas, certamente, existe um investimento que mais combina com o seu estilo. 

– Reserve para o futuro: nunca se sabe o dia de amanhã, por isso, investimentos voltados a uma aposentadoria têm sido alvo de muita gente. Afinal, ninguém quer chegar à melhor idade e passar perrengues, não é?

Por último, antes de gastar seu dinheiro, pergunte-se: Eu realmente preciso disso? É algo que vai agregar à minha vida em longo prazo? 

Estou agindo pela razão ou pela emoção? Assim, você certamente conseguirá fugir das armadilhas e manter suas finanças pessoais em dia.

Para isso, conte com o LeBank banco digital para pessoas físicas e jurídicas

Nascemos com o intuito de facilitar a sua vida, tanto pessoal quanto empresarial e profissional. Nada de demora para abrir sua conta ou resolver pendências. Aqui, é tudo digital, conheça nossos serviços agora mesmo https://www.lebank.com.br/ 

×

Powered by WhatsApp Chat

× Posso ajudar?